Jornal Dos Municípios - Portal de notícias dos municípios do Amapá

Monday, 17 de June de 2024
MENU

Cultura

Projeto nacional do Sesc, Palco Giratório traz neste sábado (27) para Macapá o espetáculo “Clássico de Palhaços”, do Piauí

Apresentação acontece a partir das 17h, no Teatro Marco Zero. Entrada é um kit de higiene.

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

O Palco Giratório, maior projeto de circulação das artes cênicas no país completa 25 anos de criação e marca a retomada do circuito presencial, interrompido em virtude da pandemia de Covid 19. O projeto tem rodado o país com 15 espetáculos de circo, dança e teatro que refletem demandas de nosso tempo histórico, como as cenas negras, o teatro realizado por mulheres, a contínua reinvenção da tradição, o anseio por espaços de partilha com públicos de variados gêneros, faixas etárias e classes sociais entre muitas outras temáticas.

O Sesc Amapá recebe o espetáculo circense “Clássico de Palhaços”, encenado pelo Grupo Vagão, do Piauí. Para tornar a experiência ainda mais completa aos interessados nas artes cênicas, o grupo também vai mediar a roda de conversa “A palhaçaria clássica na atualidade”. O palco que recebe a apresentação é do Teatro Marco Zero, localizado bairro Perpétuo Socorro.

A escolha do local para a chegada do Palco Giratório no estado se deve aos 20 anos de história do Teatro Marco Zero oferecendo sistematicamente cursos de teatro, circo, artes visuais e dança, de forma gratuita, para a comunidade em vulnerabilidade social. Dessa forma, o projeto alcança seu objetivo de incentivar atividades culturais junto ao público que não tem acesso.

Palco Giratório - reconhecido no cenário cultural brasileiro como um importante projeto de difusão e intercâmbio das Artes Cênicas, intensifica a formação de plateias a partir da circulação de espetáculos dos mais variados gêneros desde 1998. Além de apresentações para todas as faixas etárias, uma vasta programação de oficinas, festivais, mesas-redondas e palestras é realizada com a participação ativa da comunidade, artistas locais e convidados, promovendo uma troca de experiências enriquecedoras, divulgando o trabalho de profissionais de todo o país e gerando emprego para os inúmeros trabalhadores que atuam no circuito. Os espetáculos selecionados pela curadoria coletiva com técnicos do Sesc de diversas regiões do país têm como características a mistura de sotaques, as diferentes expressões artísticas e modos de criação.

Grupo Vagão – idealizado em 2016 no Rio de Janeiro, o grupo é composto hoje pelo trio principal Jimmy Charles (Palhaço Beiju), Sandy Santana (Palhaço Batata) e Lucas Nunes (Palhaço Cuscuz). Por meio da palhaçaria, eles levam a cultura piauiense e nordestina aos palcos por onde passam, com alegria, música, timming de piada, de improvisação, ritmo de cena e técnica de arte pública (arte de rua). O espetáculo "Clássicos de Palhaços" conta as desventuras cotidianas de três palhaços nordestinos que vivem num pequeno circo no sertão: Beiju, Batata e Cuscuz. Tudo acontece através de "reprises", cenas clássicas de palhaços, ressignificadas para os dias de hoje e que além do riso trazem algumas reflexões sociais pertinentes. Tudo com uma intensa pitada de cultura popular nordestina.

O custo do ingresso é um kit de higiene, podendo ser shampoo + condicionador ou 3 unidades de sabonete ou 3 caixas de cotonetes. A troca está sendo realizada no Setor de Cultura do Sesc Araxá, de 8h às 12h e de 14h às 18h.

Comentários:

Veja mais

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )