Jornal Dos Municípios - Portal de notícias dos municípios do Amapá

Sunday, 26 de May de 2024
MENU

Política

SILVIA WAIÃPI REBATE MALAFAIA

Em Nota a Imprensa a deputada federal responde as acusações de Malafaia

Publicidade
Imagem de capa
A-
A+
Use este espaço apenas para a comunicação de erros nesta postagem
Máximo 600 caracteres.
enviando

NOTA À IMPRENSA

Deputada Federal Silvia Waiãpi (PL-AP) nega que fez pronunciamento transfóbico, e aponta que foi vítima de racismo por membro do colegiado.

"Fui atacada publicamente pelo Deputado Federal Dorinaldo Malafaia, do meu estado Amapá, e constrangida com uma acusação de “estelionatária de etnia indígena”, na frente de uma indígena autodeclarada, Ministra de Povos Originários Sônia Guajajara, na Comissão de Povos Originários presidida por uma indígena autodeclarada Célia Xacriabá, que nada fizeram diante do discurso racista do parlamentar, mesmo cientes da Convenção 169 da OIT.

Ao ouvir as falas racistas, machistas, misóginas e violentas do deputado em relação a mim que ressalte- se, não teve qualquer aparte sobre o flagrante racismo cometido questionei a ele, num comparativo, de que somos obrigados a aceitar um homem que se autodeclara mulher e uma mulher indígena não é aceita? Não aceitam no parlamento uma mulher filha do Norte, filha de Waiãpi, que está investida em mandato eletivo pelo povo, por quê? O combate a não aceitação não deve ser seletivo por essas autoridades e o inteiro teor do que houve deveria ser divulgado. Corte estratégico de imagem não é fazer informação ou justiça, pois meias verdades são mentiras inteiras.

Uma ministra que compõe um Grupo Interministerial, estabelecido através do artigo 3º, do DECRETO Nº 11.485, DE 6 DE ABRIL DE 2023, que instituiu um Grupo de Trabalho Interministerial com a finalidade de elaborar a proposta da Política Nacional de Enfrentamento à Violência Política contra as Mulheres, vendo à sua frente uma violência política contra uma mulher indígena, nada fez, corroborando com o aludido ataque. O discurso do Deputado Dorinaldo Malafaia não é apenas racista, mas também machista e misógino, numa nítida violência política contra uma mulher, com a anuência de autoridades mulheres, ali presentes. Isso, sim, é estarrecedor! Isso, sim, é criminoso! É desumano! Que esse tipo de ataque o qual recebi na Comissão de Povos Originários na presença de autoridades e parlamentares mulheres, não ecoe nesse parlamento e nesta nação! Sou mulher, indígena Waiãpi, militar, fisioterapeuta, mãe e deputada federal eleita pelo Amapá, com muito orgulho e muito amor."

Deputada Federal Silvia Waiãpi.

Créditos (Imagem de capa): Redação

Comentários:

Crie sua conta e confira as vantagens do Portal

Você pode ler matérias exclusivas, anunciar classificados e muito mais!

Envie sua mensagem, estaremos respondendo assim que possível ; )